/ Grupos de Investigação

Ecossistemas Terrestres e Alterações Globais

PIs

Cristina Nabais

Susana Rodríguez-Echeverría

O Grupo de Ecossistemas Terrestres e Alterações Globais foca-se no funcionamento dos ecossistemas terrestres e suas interações em resposta às alterações globais. O grupo tem cinco linhas de organização, dividida em laboratórios de investigação:

MOUNTAIN ECOLOGY Lab. (Mountain.Lab) PI: Susana Rodríguez-Echeverría. O Mountain.Lab estuda os efeitos das alterações climáticas na diversidade e dinâmica dos ecossistemas de grande altitude e na diversidade, resiliência e recuperação das florestas montanhosas afetadas por fatores de mudança global, como os incêndios florestais. Dentro desta linha, estamos particularmente interessados ​​na relevância das interações abaixo do solo para a aptidão das plantas e a dinâmica dos ecossistemas.

INVASORAS.PT Lab. PI: Elisabete Marchante, co-PI: Hélia Marchante (Escola Superior Agrária, Instituto Politécnico de Coimbra). O INVASORAS.PT Lab procura compreender os processos de invasão e impactos de plantas exóticas invasoras (PEI) a vários níveis biológicos, incluindo interações com fatores bióticos e abióticos. Esta linha de investigação tem uma forte componente aplicada focada na gestão e controlo das PEI, e um investimento robusto na sensibilização pública.

DENDROCHRONOLOGY Lab (MedDendro.Lab). PI: Cristina Nabais. O MedDendro.Lab pretende compreender a resposta das espécies arbóreas mediterrânicas às alterações globais a nível fisiológico e anatómico da madeira. Além de estudar árvores vivas, também utiliza madeiras históricas e arqueológicas como fonte de informações ecológicas e climáticas do passado.

COMMUNITY ECOLOGY Lab. (Community.Lab). PI: Ruben Heleno. O Community.Lab utiliza redes de interação entre espécies, muitas vezes no contexto da biogeografia insular, para explorar a interação entre a composição, estrutura, função e resiliência da comunidade, com ênfase na dispersão de sementes.

STRESS PHYSIOLOGY Lab (Stress.Lab). PI: Celeste Dias. O Stress.Lab estuda os mecanismos fisiológicos e bioquímicos das plantas subjacentes aos estresses abióticos e bióticos, bem como a busca de estratégias integradas para reduzir a aplicação de agroquímicos e aliviar os efeitos negativos dos estresses nas culturas.

Equipa de investigação

Alexandra Rodríguez Pereiras

Aline Oliveira

Ana Luísa Carvalho

Ana Sofia Nunes

Catarina Moura

Celeste Dias

Cristina Nabais

Elizabete Marchante

Erika Buscardo

Filipe Campelo

FO

Francesca Orlandi

Francisco López Núñez

Hélia Marchante

Ivo Jael Palhas

JS

Joana Serôdio

Joana Vieira

Joaquim Sande Silva

Jorge Durán Humia

José Benedicto Royuela

JC

José Nunes da Costa

Liliana Neto Duarte

Luís Queirós

Lurdes Barrico

Marta Correia

Mauro Nereu

Mikael Moura

Mónica Almeida

Paula Lorenzo Rodríguez

Rúben Huttel Heleno

Sara Marques Mendes

Sérgio Timóteo

SP

Simão Pinho

Susana Rodriguez Echeverria

Tancredo Souza

‪Sandra Hervías-Parejo‬